Estátua do Marquês de Pombal, em Lisboa

 

Cada vez mais se justifica aquela lenga-lenga: «ai, marquês, marquês, vem cá baixo outra vez»!

Se conseguirem analisar bem a doença incapacitante que abrange os responsáveis deste país, fora e dentro do ciclo do poder, naquele ciclo doentio a que chamam S. Bento (coitado do S. Bento) e outros, aposto que fixarão ràpidamente a tal lenga-lenga! Pelo menos é assim que eu lhe chamo e que acho cada vez mais pertinente.

 

**********************************



As belezas do Ventor estão em todo o lado especialmente, junto da família Pingas

publicado por Ventor às 16:21